menu
Brasília - DF | Whatsapp: (61) 98146-1781
Da redação
Brasília - DF
TENTATIVA
POLÍTICA
POLÍTICA
TENTATIVA
Postada em 02/01/2017 ás 16h34 - atualizada em 02/01/2017 ás 16h35
CLDF vai tentar hoje convencer governador a suspender reajuste das passagens
A decisão foi anunciada hoje (2) no final da manhã pelo presidente da Casa, deputado Joe Valle (PDT), logo após a primeira reunião da Mesa Diretora.
CLDF vai tentar hoje convencer governador a suspender reajuste das passagens

Foto: CLDF/Rinaldo Morelli

A Mesa Diretora da Câmara Legislativa do Distrito Federal deve se reunir na noite desta segunda-feira (2) com o governador do DF, Rodrigo Rollemberg, para defender que ele suste o decreto que reajustou as passagens de ônibus e do metrô, em até 25%. A decisão foi anunciada hoje (2) no final da manhã pelo presidente da Casa, deputado Joe Valle (PDT), logo após a primeira reunião da Mesa Diretora, convocada extraordinariamente para debater a questão. 



Valle informou que foi o líder do Governo, deputado Rodrigo Delmasso (PTN), quem comunicou a ele que o governador estaria interrompendo sua viagem de férias para conversar com os deputados. Ontem, durante a solenidade de posse na nova Mesa Diretora, houve muitas manifestações dos distritais contra o reajuste anunciado pelo governo.



"Vamos ouvir o governador e cobrar a suspensão do reajuste abusivo. Se ele não voltar atrás deveremos fazer a convocação extraordinária da Câmara e votar um projeto de decreto legislativo para suspender o reajuste", ressaltou o presidente.



Indagado pelos jornalistas se os deputados aceitariam um acordo por reajuste menor nas tarifas, Valle ressaltou que "o ideal é não ter reajuste nenhum agora", mas ponderou que os deputados estão dispostos a debater a questão com profundidade, sem prejudicar os usuários e buscando também a adoção de uma alternativa para melhorar a gestão do sistema de transporte coletivo.



O presidente também explicou que, caso o governador não aceite iniciar diálogo com os distritais para a suspensão imediata do reajuste, determinado por ele sem discussão com o legislativo, os deputados devem votar em plenário um projeto de decreto legislativo, que pode ser de autoria da própria Mesa Diretora. O quórum mínimo regimental para aprovação é de maioria simples: 13 deputados.  



Valle informou ainda que o secretário-geral da Mesa Diretora da Câmara Legislativa, André Peres, está fazendo contatos com os deputados distritais que estão viajando, em virtude do recesso, para solicitar a presença deles em plenário. Na reunião extraordinária de hoje da Mesa Diretora apenas o deputado Robério Negreiros (PSDB), segundo secretário, que está fora de Brasília, não pôde participar da atividade, que durou pouco mais de uma hora.


leia também
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
facebook
twitter
Licença Creative Commons
EmMinuto.com 2015-2017 Em Minuto Mídia e Comunicação LTDA - Creative Commons Atribuição-SemDerivações 4.0 Internacional
Site desenvolvido pela Lenium